1.6.06

Anjinho de Luz - Adoção x Gravidez


Após 12 anos de casados, cirurgia , hormônios que ele não suportava mais, resolvemos nos habilitar para adoção. O que mais me impressiona é que sempre tive a sensação que adotaria uma criança, mas não era o caso do meu marido.
Fomos taxativos: Definimos que queríamos uma menina até 1 ano no máximo, de preferência que fosse recém-nascida. Nosso processo de adoção corria na capital do estado conforme os ditames da Lei. Aliás continua lá faz mais de 4 anos e nunca fomos chamados.
O destino (Deus), nos levou junto com alguns voluntários a um abrigo para levar donativos, do qual jamais havia tomado conhecimento antes, no interior de Pernambuco. O abrigo era palpérrimo, as crianças todas subnutridas, cheias de piolhos e com semblante de tristesa. Mesmo assim, quando o grupo de voluntários do qual fazíamos parte chegou, fomos reunidos em um salão de chão batido e cada uma das 74 crianças que andavam e sabiam falar vinham nos pedir a benção e fazer algum tipo de arte/espetáculo para nos chamar a atenção. Fiquei tão deprimida com toda a situação que quiz ir embora!
Tive que esperar a entrega dos donativos e de repente notamos uma coisinha miúda, feia que só e que nem, cabelos crespos, nariz de bolinha, amarelo de tão anêmico, quase sem pescoço e com braços e pernas atrofiados. O abdomem era proeminente de tantos vermes. Veio se chegando, foi o único a já andar e falar meio tosco que não nos pediu a benção ou fez qualquer tipo de espetáculo, apenas quiz brincar com os óculos escuros do meu marido. Eu fiquei distante! Ora eu não queria pegar piolhos!!! De repente, muito mais que de repente ele nos abre um sorriso!!! O MAIS LINDO QUE TINHA VISTO ATÉ ENTÃO!!! Ao meu ver o telhado que estava quase desabando desapareceu e foi como se toda a luz existente na terra tivesse se concentrado alí! Chamamos ele para brincar no pátio e ele se recusou por mêdo de dois cachorros "Dog Alemão" que soltavam no pátio para eles não irem se sujar! Só soube disso depois. Ele vez por outra se aproximava e abria aquele sorriso!!!
Mas, lembram??? Nós queríamos uma menina recém-nascida ou até 1 ano de idade ou um pouquinho mais! Fomos embora!!! Demos às costas aquela que criança que mesmo tão sofrida e mal tratada nos ofereceu o seu mais belo sorriso! Este fora o único mal consciente que fiz ao meu FILHO!
Voltamos depois de muito pensarmos (15 dias após) e ele nos pareceu ainda mais feio...só que o sorriso ao nos ver permanecia o mesmo!!!
Pedimos sua guarda provisória cujo processo foi transformado em processo de adoção.
Nos exames que fizemos para cuidar de sua saúde, ele só apresentou vermes, piolhos subnutrição e anemia profunda, além de estar com asma bronquica. Depois descobrimos que ele tinha 8 graus de hipermetropia e desde que esteve conosco usa óculos e tampão para estimular o olhinho esquerdo.
Ele não tinha data de nascimento, pois jamais fora registrado, então fizemos o estudo da arcada dentária, ossos das mãos e crânio. Os laudos determinaram que ele já deveria ter entre dois anos e dois anos e meio. O juiz assim definiu 2 anos em 03 outubro de 2002.
Bom...história comprida essa, hein? Se chegaram até aqui vão até o final! rrssss

Ele também não tinha nome!!! Era conhecido pelo mesmo apelido de um cachorro da redondeza. A fala era terrível e quase ninguém entendia nada! Minha mãe dissera: Vc entende o que ele fala? Eu disse sim eu já entendo tudo o que ele fala e ela disse: Ora minha filha, é claro, afinal Você é a mãe dele!

HOJE ELE TEM NOME: HENRIQUE (que significca "príncipe poderoso") E ele adora ser chamado assim! É o filho mais atencioso que se possa ter! Um Anjo de Luz que Deus colocou em nossas vidas. Fará 6 anos no próximo 03 de outubro e nesse dia não esqueçam de darem os parabéns para agente por termos reconhecido o presente que Deus nos deu!

Engravidei 1 ano e meio após Henrique está com agente. E não sei o que seria de mim sem ele para me dar tanto carinho e me proporcionar momentos de tanta alegria, principalmente quando tentava falar com o irmãozinho através do meu umbigo.
Nosso caçula chama-se Guilherme e fará 2 anos em novembro.
Os irmãos se adoram...jamais houve ciúmes da parte de um ou do outro. Henrique se desdobra em cuidados com o "ursinho de pelúcia brabo" é como ele chama Guilherme e este último por sua vez tem o irmão mais velho como um ídolo!
Por fim, lembram do corpo dele e estado de saúde quando o adotamos? Com muito amor e cuidados apropriados foi revertido e nem a asma ele teve mais. Quanto ao seu aspecto físico hoje ele mais parece um Deus Grego!Lindo!!! Pernas, braços e abdomem bem definidos! A fisionomia é de alegria eterna! Costumo dizer que ele mais parece um furacão, tanto o reboliço que faz e mexe com todos!!! O sorriso mudou, pois está trocando os dentinhos e está muito satisfeito, pois está ficando "gente grande"!

Desejo que Henriques apareçam na vida de todos vocês e que Deus abençoe a todos como tem nos abençoado.

Beijos com carinho,

Dea

8 comentários:

Milena Viegas disse...

Dea..
Linda a sua história!
E que meninão mais lindo o seu!
Henrique faz aniversário pertinho do meu Natan que faz dia 09/10 seis anos também. Para descobrir a data de nascimento do meu filho eu tive de pedir a segunda via do cartão de vacinação, já que haviam sumido com a certidão do menino. Então o Conselho Tutelar pediu a segunda via e me deu.
Desejo ao seu "Príncipe Poderoso" e ao "Ursinho de Pelúcia Brabo"...rs... muita saúde, harmonia e felicidade.
Parabéns pela bela família!

disse...

Que assim seja! Que seu desejo se realize e muitos Henriques possam encontrar uma família carinhosa como a sua!

Não me canso de ler sua história! Li tudinho outra vez!

Adorei ver a foto da família! Parabéns, amiga! Seus filhinhos são muito lindos!

Beijinho especiais para eles e um abraço bem carinhoso para você

Simone Ferro disse...

a história de sua família é linda demais! Seus filhos são lindos e vcs um exemplo a ser seguido! O papai do céu é bom demais e vcs felizmente souberam reconhecer o filhote que ele mandou para vcs entre tantas crianças e dificuldades! Parabéns, vcs souberam reconhecer prontamente esse presente lindo que é o Henrique e acabaram ainda completando a família com a chegada do Guilherme!
Sou mamãe do coração de um pernambucaninho também, o Júlio, de 7 meses!
bjos para vcs, com carinho,

Valéria Leandro disse...

Déa!
Eu já havia lido sua história, mas não me canso, e me emocionei de novo!
Parabéns e obrigada. Que os anjinhos do céu digam amém e muitos Henriques apareçam mesmo!

Abraço
Valéria

Andrea Scafuro disse...

só vou dizer uma coisa: voc6e me levou às lágrimas.....

Mamãe feliz disse...

Oi, Dea! Que linda história! Fiquei muito emocionada lendo seu post. Parabéns pela família maravilhosa! Que Deus continue derramando muitas bênçãos sobre vcs com muita paz, saúde e alegria! Seus filhos são lindos! Bjs, Míriam

Cláudia disse...

Dea, eu já tinha lido sua história no orkut, se não me engano, mas foram inevitáveis as lágrimas ao relê-la!!!

Felicidades mil a essa linda família e que em breve ela possa se completar com a tão sonhada menininha!

Bjs,

Cláu

Dea disse...

Pessoal!

Obrigada pelas palavras de carinho, mas como sempre digo o mérito é todo do Henrique e nós fomos os maiores beneficiados em tê-lo conosco.

Gostaria muito que a história do Henrique inspirasse e abrisse o coração para adoções tardias!

Bjs com carinho, Dea.