2.5.07

TRABALHO INFANTIL


Que fazes criança
de mãos tão pequenas,
tirando das ruas
teu raro sustento...?

Que te fazem os grandes
para sofreres nos olhos
a desesperança
o medo, a fome tamanha,
na vida sem riso e sem cama...?

Quem te explora o sorriso,
a brincadeira, a infância,
o corpo mendigo,
correndo, brigando,
matando outra gente
e junto, a tua inocência...?

De farrapos te vestem o mundo,
que dorme teu sono
e mata teus sonhos,
que finge o engano
de te ver sem te olhar
e de te olhar sem te ver...

Liza Carvalho12.11.00

Influenciada pelo feriado do Dia do Trabalho, eu não pude pensar em tema melhor para nossa reflexão no momento!



Um comentário:

Janete disse...

Muito oportuno o seu post. Acho isso um absurdo, crianças sendo tratadas como adultos, ou melhor, como adultos escravos!!