21.4.06

Eu sou a Carmen, mamãe há 2 anos da moreninha Quequel, que chegou ao nosso lar aos 7 anos e 3 meses.

Estou muito feliz em finalmente criarmos um espaço para que todos possam compartilhar as maravilhas e as dificuldades da adoção tardia. As dificuldades existem, porém não são tão monstruosas quanto as pessoas imaginam. Nada que amor e paciência não resolvam!

Todas as crianças e adolescentes têm direito a um lar digno e cheio de amor.

Desejo que muitas pessoas aceitem a participar deste blog e que possamos trocar muitas experiências e aprender muito uns com os outros.

"Queria uma pessoa que me adotasse e que dissesse: filho!" (Menino de 9 anos) Fonte: http://pcdec.sites.uol.com.br

Um comentário:

Glaucia disse...

Oi Cá
Boa sorte ! Que este projeto se desenvolva cada vez mais, se torne uma referência e um ponto de apoio para os pais que optarem pela adoção tardia.
beijos
Glau